quarta-feira, 14 de maio de 2014

Como Surgiu Cauã Angatu

O Cauã Angatu é o Resultado de um projeto chamado Clã Lobos do Sul e dos estudos e experiências de Rafael Dusik dentro do caminho do Xamanismo como em outras escolas de sabedoria.

Ao longo de mais de quinze anos Rafael Dusik dedica se ao estudo da Sabedoria Nativa e do desenvolvimento do Ser. Em 2005 cria o projeto Clã Lobos do Sul, com o intuito de compartilhar os ensinamentos originários do xamanismo. Projeto este, que visa o desenvolvimento e a capacitação do ser humano. Com as Raízes profundamente imersas e nutridas pelas culturas nativas (xamanismo) e outras vertentes do conhecimento, compreende que a consciência e a vivência prática constituem um bom caminho na jornada rumo à integralidade do SER. Neste caminho dispondo de atividades vivenciais, grupos de estudos, cursos e palestras que proporcionam a difusão e a experimentação de conhecimentos tradicionais e contemporâneos que recordem a conexão consciente com a essência individual, natural, coletiva e espiritual. 

Algumas atividades geradas dentro do Clã Lobos do Sul representam a evolução desta caminhada, como: o GEX – Grupo de estudos de Xamanismo, o Reiki Xamanico – caminho do Coração, a Roda da Vida (Direções Sgardas), Ritos e Cerimônias. Além de Palestras e apoio ao movimento de disseminação da cultura dos povos nativos.

O Cauã Angatu é uma nova etapa nesta jornada e elaborado de forma a ofertar a possibilidade de reatar o vínculo com a Essência do Curador. Para isto tendo como base o xamanismo e neo-xamanismo e disponibilizando ferramentas funcionais que auxiliam no desenvolvimento pessoal e espiritual, favorecendo a harmonia em diversas esferas do autoconhecimento. E capacitando o ser a se tornar um agente de transformação.

domingo, 11 de maio de 2014

Essência do Curador

Cada Ser porta em sua essência um desígnio celeste. Habilidades e potencialidades que favorecem sua caminhada e dos demais. Sendo, naturalmente, um inter-agente de transformação e harmonia (cura).

Reconhecer e desenvolver tais habilidades e manifestá-las de forma consciente, conectada às forças da espiritualidade e da natureza, gera a possibilidade de resgatar a essência do curador.

Nas visões originárias toda enfermidade, seja do corpo ou da alma, surge da perda do brilho do espírito e se expressa em nossa forma de pensar e agir inadequadamente. Recobrar o brilho do espírito é recordar o ser/estar harmônico. Uma das possibilidades de recobrar tal brilho é através da consciência.

Nesta visão a consciência é nutrida de forma informativa, vivencial e transpessoal. 

Sendo assim se o “conhecimento liberta”, uma das formas de tomada de consciência é através da informação. A informação adquirida torna-se conhecimento. O Conhecimento torna se sabedoria, através da manifestação consciente e impulsionada por um propósito. 

A consciência vivencial é obtida através da prática e experimentação. A partir de situações, processos e ritos que ampliam a capacidade de inter-relação com o todo, inclusive consigo mesmo.

A consciência transpessoal permite a liberação dos aspectos do ego que nos vinculam a uma realidade ordinária e cartesiana, expandindo as percepções e fortalecendo o vínculo com o espírito ou a essência contida de cada ser. Desfazendo o elo Ser/Estar para simplesmente Ser.

A consciência é um veículo que direciona e transporta o curador a sua essência, capacita suas habilidades, fortalece o desígnio celeste e recobra o brilho do espírito.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Sobre a Formação Base de Terapeuta Neo-Xamanico


Cauã Angatu, o Bom Espirio do Gavião, é aquele que porta e transmite o conhecimento. A Formação Base de Terapeuta Neo-Xamanico visa o desenvolvimento e a capacitação do ser humano. Com as Raízes profundamente imersas e nutridas pelas culturas nativas (xamanismo) e outras vertentes do conhecimento, compreende que a consciência e a vivência prática constituem um bom caminho na jornada rumo à integralidade do SER. Neste caminho dispondo de atividades vivenciais, estudos teóricos, práticas e cerimônias que proporcionam a difusão e a experimentação de conhecimentos tradicionais e contemporâneos, que recordem o vinculo consciente com a essência individual, natural, coletiva e espiritual

O Cauã Angatu direciona se a Capacitação de profissionais, terapeutas holísticos e áreas afins. A pessoas que buscam o desenvolvimento pessoal, bem como todo individuo que se identifica com a visão do Cauã Angatu e sua proposta.